Um termo muito comum dentro do internet marketing ou MMN (Marketing Multinível), é o “funil de vendas“.

Mas o que é o funil de vendas?

Imagine um funil tradicional. De uma forma simples e direta, o funil começa com a parte de cima “grande” e vai diminuindo até chegar numa parte bem pequena embaixo né?

Agora analise a imagem abaixo e saiba exatamente o que isso significa na internet.

A parte maior do funil tem o título “Prospectar (passar os cães de guarda)“.

O que isso significa? Para se trabalhar na internet, é necessário promover algum produto e/ou serviço. Mas não adianta nada ter um bom produto ou serviço, se não tiver quem compre né? Isso também acontece no nosso dia-a-dia.

Na internet também é assim. Por isso é necessário prospectar pessoas, que serão seus possíveis clientes. Existem muitas maneiras de encontrar contatos qualificados e interessados no que você a oferecer. Dentre as técnicas, podemos citar as páginas de captura, que são uma excelente maneira de atrair possíveis clientes de qualidade.

Não adianta nada você oferecer seus produtos e/ou serviços para pessoas que não estão interessadas naquilo que você está oferecendo. Por exemplo: você iria ter resultados se tentar vender doces para pessoas diabéticas? Possivelmente não! Por isso é necessário atrair contatos de qualidade e através de páginas de captura isso é possível, pois quem chega na sua página são pessoas que estão realmente interessadas naquilo que você está oferecendo!

Agora que você já sabe que é importante prospectar clientes, vamos ao próximo título do funil: “Apresentar“.

Se tratando de internet marketing, use a tecnologia a seu favor. Uma maneira de fazer isso é mandar um e-mail para seus prospectos clientes falando sobre você (quem você é, sua história, etc). Informe alguma meio de contato para seus possíveis clientes. Passe segurança pra eles e mostre que “você existe” e está ali pra ajudá-los.

Na internet é possível ter milhares de possíveis clientes e sendo assim ficaria complicado mandar e-mail para todos eles de forma manual né? Mas estamos falando de internet e tecnologia. Para isso foi criado uma excelente ferramenta chamada autoresponder. Se você não conhece essa ferramenta, leia meu artigo mostrando detalhadamente o que é um autoresponder.

Agora que você entendeu a parte de se apresentar para seus clientes e já sabe como fazer isso, vamos para o próximo título: “Lidar com objeções“.

A grande maioria das pessoas antes de comprar ou contratar algum serviço, fazem muitas perguntas e tiram suas dúvidas com a pessoa ou empresa que estão oferecendo tal produto ou serviço né?

Na internet também é assim. Se você promover algum produto ou serviço, certamente terão muitas pessoas interessadas, mas uma boa parte dessas pessoas vão querer te dialogar para obter as informações necessárias para ver se realmente aquilo que você tem vai suprir as necessidades delas.

Esse é um ponto muito importante, ou seja, responda as dúvidas de seus possíveis clientes e se coloque no lugar deles. Explique detalhadamente aquilo que você tem a oferecer e mostre que o que você está oferecendo é algo de qualidade e vai atender as suas necessidades.

Depois de respondido as objeções, vamos ao tópico “Fechar“. Se a pessoa te procurou, ficou interessada naquilo que você tem a oferecer, fez suas objeções e perguntas, certamente ela irá te comprar aquilo que você está oferecendo. Assim como no nosso dia-a-dia, na internet também funciona assim.

Depois de fechado o negócio, as duas partes ficaram no lucro: você que conseguir vender aquilo que você tem pra oferecer e seu cliente ficou satisfeito pois comprou algo que vai ser útil na vida dele.

Percebeu a importância do funil de vendas?

Muitas pessoas na internet querem apendas vender e esquecem desses detalhes interessantes e acabam perdendo muito dinheiro por não dar atenção no funil de vendas!

Essa é uma dica que serve tanto para se trabalhar na internet, quanto para se trabalhar de forma tradicional no dia-a-dia.

Espero que você tenha entendido e qualquer dúvida, pode entrar em contato comigo!



Leia Esses Artigos Também